Home | Notícias | Onde comprar bike no Paraguai

Onde comprar bike no Paraguai

Fomos dar uma espiada em Cidade do Leste no Paraguai para ver se compensa comprar peças de bike por lá. Acabamos encontrando Trek por U$ 560.

Por
Tamanho da fonte: Decrease font Enlarge font
Cidade de Leste Cidade de Leste

Todo mundo que vai a Foz sempre vai passear do outro lado do rio Paraná para comprar umas coisinhas. O problema em Cidade do Leste é entender aquela muvuca e saber onde achar produtos confiáveis. Em especial peças de bicicleta.

Se você perguntar nas ruas onde tem bicicleta, será mandando para umas lojinhas que só tem camelo pra dar de presente para criança carente. Para achar quem vende o que interessa, só com indicação de amigos. E como o Onde Pedalar é um site amigo, vamos dar toda a ficha do que tem e onde achar.

Trek e Sram

Pela primeira vez vi Sram e Trek no Paraguai. Essas marcas são exclusividades da Miami bikes por enquanto. Sempre foi fácil achar por lá produtos que vinham da Ásia, americanos é novidade. Uma Trek completa esta na faixa de 600 dólares e um câmbio X-O sai por 300. Mas mesmo assim, a oferta dessas marcas é um pouco limitada. No site da loja eles anunciam X-7, mas chegando lá, nada.

>> Aprenda mecânica de bike e monte você mesmo sua bike

Shimano

A linha Shimano é a mais fácil de encontrar. Todas as lojas têm, mas o preço é o mesmo. Aliás, o preço em dólares aumentou 50% nos últimos dois anos em decorrência da desvalorização da moeda americana e agora com a recuperação da moeda, nada de abaixar. Com isso, e o câmbio do real no patamar atual é preciso fazer muita conta para ver se compensa.

Encontrei Alívio por U$ 195. Isso dá cerca de 500 reais na cotação da primeira semana de Dezembro. Em Curitiba e São Paulo o mesmo grupo sai por cerca de R$ 700. Ou seja, se você já estiver por lá ainda pode valer a pena. Empreitar uma viagem só para comprar um grupo pode não valer a pena. A não ser que você queira um Deore Lx que sai por U$ 370, mas aí tem o problema da cota de importação por turista.

Alfândega

A cota por pessoa é de U$ 300. Como uma bike vem sempre desmontada é até fácil espalhar as peças pela família. Mas caso você pretenda ir só, tenha isso em mente. O sistema funciona assim: acima desse valor de cota, há um imposto de 50% sobre o excedente. No caso de uma Trek de 560 dólares, você teria que desembolsar mais U$ 130. Resumindo, com um dólar a 2,55 ela sairia legalizada por R$ 1760, 00. É só passar numa loja da Trek pra ver se compensa.

Agora se você tentar arriscar, como alguns vendedores sugerem, ela pode sair mais barato, mas com certeza você será indagado por um fiscal. Hoje eles têm escolhido o povo na fila do registro de reentrada no Brasil pelo volume da bagagem. E com bicicleta num tem jeito de esconder, você vai arrastar no mínimo um quadro e duas rodas. Pense bem pra não suar frio na fila.

Onde fica

As lojas que interessam são três e ficam em dois endereços. Como você dificilmente vai encontrar placas com nomes das ruas, vamos às dicas do jeito que você vai ver a sua frente.

Passando a ponte, há uma rua que sobe e divide a cidade em duas. Do lado esquerdo é onde as coisas são mais baratas. Do lado direito é mais fácil andar e há os shoppings que os turistas adoram, mas os produtos podem ser mais caros e mascarados.

As lojas de bike que interessam estão do lado esquerdo. A marca para virar a esquerda é a loja Monaliza, um prédio azul bem no meio da subida. A rua que sai a esquerda é também dividida por árvores e uma pequena calçada. É justamente essa que você pega mantendo a direita. No quarteirão da frente, bem na esquina, há um prédio cor de vinho que surgirá de frente pra você, nele esta a Miami bikes no primeiro piso. Basta pegar uma escada rolante desligada que sai bem em frente.

Essa esquina serve de referência para você achar as outras lojas que ficam na perpendicular que faz a esquina onde esta a Miami bikes. Basta virar a esquerda mais uma vez e descer o barranco. Três quadras abaixo do lado direito há uma série de galerias. A marca aqui e achar a placa da Bike Center pendurada. Uma outra dica é que esses prédios ficam na parte da rua onde a descida é mais forte. A Bike Center fica no primeiro piso e é conhecida também como GTS bikes, mas no térreo tem uma pequena loja onde o vendedor é um cara que dá pra negociar.

Pronto, essas são as três opções que você tem, abaixo vai o endereço e os emails para que você já faça sua pesquisa antes de sair de casa.

Miami Bike – Shopping Omni Center 1 piso

AV. Adrián Jará c/ Carlos A. Lopez

Tel: (595) 61-511435 (PY)

Email: contato@miamibike.net

 

GTS bikes S.A.

Av. Adrian Jará c/ Ruibio Nu

Shopping Hwuii

Tel: 595- 61-502232

Tel Foz: 45 4438 3689

 

DVDs ondepedalar